Advogado da médica Kátia Vargas deixa o caso

Publicado em 1 de novembro de 2013 às 10:12h por


Segundo o criminalista Vivaldo Amaral, os motivos não podem ser revelados por “questões éticas”

RTEmagicC_IrmaosAcidenteOndina_06.jpg

O advogado criminalista Vivaldo Amaral, que era responsável pela defesa da médica Kátia Vargas, envolvida em um acidente no bairro da Ondina, que resultou na morte dos irmãos Emanuel e Emanuelle Dias, no último dia 11 de outubro, vai deixar o caso nesta sexta-feira (1).

Em contato com o iBahia nesta manhã, ele afirmou que por questões éticas, não poderá revelar o motivo, mas confirmou que estará inteiramente afastado do caso ainda hoje. “Eu confirmo. Realmente eu deixarei e não posso conversar sobre um caso onde não atuo. Estou impedido de falar os motivos por uma questão ética. Se eu fizer isso, vou estar cometendo uma falha”, disse.

1452249_578184292229728_1490864198_n

Ainda segundo Amaral, não existe mais nenhum contato entre ele e a médica. Contudo, ele revelou que irá se despedir de Kátia Vargas ainda nesta sexta. “Não tenho mais nenhum contato com ela. Eu vou apenas me despedir dela hoje e definitivamente deixar o caso”, garantiu.

Para o advogado da família dos irmãos, Daniel Keller, em entrevista ao iBahia, a saída de Vivaldo não irá interferir no processo.  “Para o Supremo Tribunal Federal, se o processo demora, se arrasta por culpa exclusiva da defesa, é ela quem arca com as consequências. Ela vai continuar presa, então não é uma boa estratégia ganhar tempo. Acredito que se ela trocou de advogado, é porque ela estava insatisfeita com o trabalho dele e isso é uma decisão dela”, pontuou.

.

Matéria original do iBahia

.

.

Comentários (0)


Deixe uma resposta


.

.

.

.

.

.

.

.


© 2014 Campo Formoso Notícias

Diretor Geral: Victor Vinícius.

Telefone para Contatos: (74) 9129-5265