Mais de 400 beneficiários irão receber o cartão do Bolsa Família em Campo Formoso na próxima terça-feira (19)

3

No próximo dia 19 de setembro (terça-feira), acontecerá a solenidade de entrega dos novos cartões do Programa Bolsa Família, do Governo Federal, para mais de 400 famílias do município. O evento será realizado às 8h, no Sintraf, com a presença da equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social, o gerente da Caixa Econômica, Agnaldo Oliveira, além dos gestores do Bolsa Família, Educação e do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan). Para saber se você é um dos contemplados basta procurar o Cras mais próximo de sua residência, Postos de Saúde, Escolas Municipais ou acessar a lista em anexo (final da matéria). Para o dia do evento, os beneficiários devem apresentar os seguintes documentos: RG, CPF, Título de Eleitor e Comprovante de Residência.

A secretária municipal de Desenvolvimento Social, Hilda Menezes, comentou que os técnicos da secretaria tem trabalhado muito para manter o cadastro em ordem e para que mais famílias sejam beneficiadas. “Nossa equipe é uma das mais eficientes do estado, cumprimos todos os prazos e Campo Formoso pode se orgulhar por ter uma equipe técnica dedicada e uma prefeita comprometida, que não mede esforços para dar condições de trabalho a todos nós”, comentou a secretária.

A ação é fruto de parceria entre os governos Federal e Estadual e a Prefeitura de Campo Formoso, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, com apoio da Caixa Econômica Federal.

O que é o Bolsa Família

É um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País, de modo que consigam superar a situação de vulnerabilidade e pobreza. O programa busca garantir a essas famílias o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde. Em todo o Brasil, mais de 13,9 milhões de famílias são atendidas pelo Bolsa Família.

Quem pode participar do programa

A população alvo do programa é constituída por famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza.

As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda mensal de até R$ 85,00 por pessoa. As famílias pobres são aquelas que têm renda mensal entre R$ 85,01 e R$ 170,00 por pessoa. As famílias pobres participam do programa, desde que tenham em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

Para se candidatar ao programa, é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com seus dados atualizados há menos de 2 anos.

Caso atenda aos requisitos de renda e não esteja inscrito, procure o responsável pelo Programa Bolsa Família na prefeitura de sua cidade para se inscrever no Cadastro Único.

E mantenha seus dados sempre atualizados, informando à prefeitura qualquer mudança, como de endereço e telefone de contato e modificações na constituição de sua família, como nascimento, morte, casamento, separação, adoção, etc.

O cadastramento é um pré-requisito, mas não implica na entrada imediata das famílias no programa, nem no recebimento do benefício. Mensalmente, o MDS – Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome seleciona, de forma automatizada, as famílias que serão incluídas para receber o benefício.

O Bolsa Família continua sendo o maior programa de transferência de renda do país, porém mais importante é que os benefícios somente são disponibilizados para famílias em situação de vulnerabilidade social inscritas no Cadastro Único, do Governo Federal.

.

Ascom PMCF


Comentários