Para Doria, prisão de Lula seria “erro histórico” da Justiça

IMAGEM_NOTICIA_1-3

O prefeito de São Paulo, João Doria, comentou sobre uma eventual prisão do ex-presidente Lula, condenado a nove anos e seis meses de prisão pelo juiz Sergio Moro. Para ele, o petista faria uso do fato para se vitimizar e conseguiria “incendiar o país”.

“Seria a pior hipótese a Justiça, embora totalmente soberana para decidir, aprisioná-lo em meio ao processo eleitoral. Seria um erro histórico. Que a Justiça faça justiça. Mas tenha sensibilidade também de não emitir uma sentença durante o processo eleitoral”, afirmou o prefeito, segundo a rádio Jovem Pan.

“Creio que para o país seria arriscado ter uma liderança como a do ex-presidente preso. Poderia criar uma conturbação muito grande. A meu ver, fazer campanha e seguir até outubro é algo que seria democraticamente aceitável. Se vier a ter alguma sentença, que seja após as eleições”, complementou.

.

Clever Vieira


Comentários