Queda do Vitória tira reinado baiano entre nordestinos na Série A

Com acesso do Fortaleza, o estado do Ceará terá mais representantes que a Bahia em 2019; veja lista ano a ano

csm_ceara-fortaleza_73fbefcd09

A Bahia deixará de ser o estado do Nordeste com mais representantes na Série A em 2019. Tampouco será Pernambuco, de histórica rivalidade com os baianos no futebol e na cultura. A “coroa” passará para o estado do Ceará, único da região que terá dois clubes entre os 20 principais do Brasil no ano que vem.

O troca-troca acontecerá por causa do rebaixamento do Vitória e do acesso do Fortaleza, campeão da Série B neste ano e que voltará a disputar a primeira divisão após 12 anos. Só foi consumado, no entanto, após o Ceará garantir a permanência na elite, o que aconteceu na noite de segunda-feira (26), graças ao empate do Sport com o São Paulo em 0x0, no Morumbi.

Com o resultado, o Sport foi a 39 pontos, em 18º lugar, e não tem mais como alcançar o Ceará, que tem 43. Falta uma rodada para o fim do Brasileirão. O América-MG, 17º com 40 pontos, até tem, mas fará confronto direto com o Fluminense, que soma 42 pontos. Por isso, o Ceará só pode cair no máximo até o 16º lugar. Atualmente, é 13º.

Assim, os clubes nordestinos já garantidos na Série A 2019 são Bahia, Ceará, Fortaleza e CSA, que será o primeiro time alagoano a disputar a primeira divisão na era dos pontos corridos, iniciada em 2003.

A única vez que o futebol cearense teve o maior número de times nordestinos no Brasileirão foi em 2005, com o Fortaleza. Naquele ano, nenhum outro estado teve representante. Desde 2012, a “hegemonia” pertence a baianos ou pernambucanos.

O Sport está na zona de rebaixamento, mas ainda tem chance de evitar o rebaixamento. Para isso, precisa vencer o Santos domingo (2), na Ilha do Retiro, e contar com dois dos seguintes resultados: América-MG não ganhar do Fluminense no Maracanã, Chapecoense não vencer o São Paulo na Arena Condá e Vasco perder do Ceará no Castelão.

Se o time pernambucano conseguir escapar, a edição 2019 terá recorde de clubes nordestinos na era dos pontos corridos, com cinco. Até então, o máximo conseguido são os quatro times deste ano (Bahia, Vitória, Sport e Ceará).

Times do Nordeste na Série A por pontos corridos:
2003 – Vitória (16º), Bahia (23º) e Fortaleza (24º)
2004 – Vitória (23º)
2005 – Fortaleza (13º)
2006 – Fortaleza (18º) e Santa Cruz (20º)
2007 – Sport (14º), Náutico (15º) e América-RN (20º)
2008 – Vitória (10º), Sport (11º) e Náutico (16º)
2009 – Vitória (13º), Náutico (19º) e Sport (20º)
2010 – Ceará (12º) e Vitória (17º)
2011 – Bahia (14º) e Ceará (18º)
2012 – Náutico (12º), Bahia (15º) e Sport (17º)
2013 – Vitória (5º), Bahia (12º) e Náutico (20º)
2014 – Sport (11º), Vitória (17º) e Bahia (18º)
2015 – Sport (6º)
2016 – Sport (14º), Vitória (16º) e Santa Cruz (19º)
2017 – Bahia (12º), Sport (15º) e Vitória (16º)
2018  – Bahia, Ceará, Sport e Vitória (posições em aberto)
2019 – Bahia, Fortaleza, CSA, Ceará e talvez Sport (em aberto)

.

RTEmagicC_c6cebb5f20.gif


Comentários